sábado, 30 de maio de 2009

Sejamos a mudança que queremos!

A festa de lançamento do PSOL em Campos que se realizaria ontem teve de ser adiada em função de alguns elementos de “força maior”, entre eles a chuva que caiu durante todo dia e noite. No entanto, podemos afirmar que foi coroado de êxito o evento promovido no IFF com os deputados Chico Alencar, federal, e Marcelo Freixo, estadual, que marcou também o início das atividades públicas do partido no município.

Com o auditório repleto, lotado por um público entusiasmado e majoritariamente jovem, foi possível aos parlamentares discorrer a respeito do tema que centralizou o debate, a criminalização da pobreza, os direitos humanos e a democracia. Tendo suas trajetórias político-parlamentares caracterizadas pela luta a favor dos direitos humanos e da radicalização democrática, Chico Alencar e Marcelo Freixo puderam apresentar aos presentes uma interpretação da realidade cotidiana frontalmente oposta àquela disseminada pelos donos do poder simbólico que, a partir das corporações empresariais midiáticas, controlam e manipulam a “opinião publicada”, para usar um termo caro ao companheiro Chico, que não é necessariamente a mesma coisa que a opinião pública.

Além da rica e longa experiência militante do companheiro Chico Alencar, foi também a ousadia, a coragem, e a inflexibilidade do companheiro Marcelo Freixo em sua luta sem tréguas contra o genocídio institucionalizado das maiorias marginalizadas e contra a corrupção do aparato estatal que prendeu a atenção de todos e manteve o auditório cheio por mais de duas horas. Na verdade, o relato do momento atual da vida do deputado Marcelo Freixo, ameaçado de morte por diversos esquemas do crime organizado, mais ou menos instalados no aparato público, funcionou como uma verdadeira lufada de ar fresco em relação à visão de mundo e à concepção ética sombria dominante entre os jovens de Campos e do Brasil, de acordo com as quais a desmoralização social ampla tornou impossível a conduta coerente, justa e reta dos indivíduos frente a uma realidade deformada.

Somos, todos nós que estamos nos dedicando à construção do PSOL em Campos dos Goytacazes, profundamente gratos à contribuição que os companheiros Chico Alencar e Marcelo Freixo deram, com suas presenças e intervenções, neste momento em que iniciamos nossa atividade pública municipal. Nosso contexto local, marcado pela corrupção endêmica, pela mais aguda desigualdade social, pela voraz apropriação privada do poder público e por diversas formas de criminalização da pobreza, entre elas, a subordinação das massas aos esquemas de compra e venda (criminosas) de votos, exige uma mudança que seja uma ruptura real com o status quo.

Não vemos o PSOL dotado de uma tarefa messiânica, mas sim como um instrumento político e organizativo que se coloca, e se colocará em Campos, a serviço da maioria, lutando por uma economia que produza e distribua de modo justo a riqueza, por uma política transparente, democrática e ética e por uma vida social baseada na solidariedade, lutando, afinal, do local ao global, pelo processo de construção do socialismo e da liberdade.

10 comentários:

Anônimo disse...

Afinal, quando será lançado o partido na cidade? Neste lançamento os parlamentares que estiveram no IFF também estrão presentes?

Anônimo disse...

É verdade que Heloísa Helena vem a Campos nos próximos meses?

Maycon Bezerra de Almeida disse...

Caro anônino, o PSOL, a partir do evento realizado na sexta-feira, iniciou suas atividades públicas na cidade de Campos. Em breve estaremos convocando uma reunião aberta para filiados e simpatizantes. Com relação a Heloísa Helena, não há nenhuma visita dela a Campos prevista até o momento. Um abraço!

Jéssica Carvalho disse...

Olá Maycon td bem?

Primeiro gostaria de parabenizá-los pela palestra e pelo inicio das atividades do PSOL em Campos.
Quanto a informação da vinda da Heloísa Helena, essa informação me foi passada pela Guiomar Valdez, professora que muito admiro. Acredito que o anônimo tenha possivelmente lido essa informação no meu blog www.sapientias.blogspot.com pq achei interessante colocar o esforço de traze-la nos próximos meses como a Guiomar me contou.

Maycon Bezerra de Almeida disse...

Valeu Jéssica, com relação à HH, o problema é que ela esta com mandato de vereadora em Maceió e talvez seja um pouco complicado trazê-la no curto prazo, mesmo porque estamos em período congressual no partido. De qualquer forma é um objetivo trazê-la sim, mais cedo ou mais tarde. Um abração!

Anônimo disse...

Realmente li a informação sobre vinda de Heloisa Helena no blog Sapientias, e até me entusiasmei com a possibilidade, no entanto, a questão já está esclarecida. Quanto ao Psol na cidade, sugiro que as visitas de Marcelo Freixo e Chico Alencar pela nossa Campos sejam mais frequentes, pois são figuras que podem agregar pessoas de bem que estejam adormecidas e desacreditadas na política.
Abraço

Alvaro disse...

Fala Maycon,
que bom que vocês conseguiram fazer uma atividade legal aí em Campos... eu nem soube que ia acontecer, a maria me contou hoje apenas. Mas parece que foi um sucesso, né?
Bem, boa sorte pra vocês na construção do Partido por aí, e não deixe de mandar notícias de vez em quando...
Abração!

Maycon Bezerra de Almeida disse...

E aí Alvaro, como é que você está meu camarada? Pois é, a preparação do evento absorveu a gente de uma forma que não conseguimos nem avisar a Maria. Certamente estaremos em contato, já que você é uma das figuras responsáveis por tudo isso que está acontecendo. Um abração!

Igor Leal Pena disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Igor Leal Pena disse...

Parabéns a todos do Psol de Campos.
O evento no IFF foi muito bacana.
Que pena que não pude permanecer ate o final
da palestra.
Abraço. Ate breve.