quarta-feira, 16 de julho de 2008

Justiça de Classe 2


O episódio relativo às seguidas prisões e solturas do banqueiro Daniel Dantas levanta uma questão interessante sobre o caráter do judiciário no Estado senhorial-capitalista brasileiro. Em torno de 60% da população carcerária no Brasil apodrece nas cadeias e penitenciárias do país sem sequer haver passado por julgamento, esmagados sob o peso da “morosidade da justiça”. Por sua vez, o banqueiro em questão valeu-se, no intervalo de poucas horas, de dois hábeas corpus, expedidos pelo presidente da suprema corte de justiça brasileira. E que viva nossa democracia!!!!?

2 comentários:

Nina disse...

Olá,Maycon!
Seu blog continua interessantíssimo!!!
Bom se todos tivessem um terço do seu esclarecimento e de seu senso crítico!
Se tiver algum projeto de grupo de estudo e discussão,por favor, se puder, me avise..
Valeu!!

Maycon Bezerra de Almeida disse...

Valeu Nina, agradeço seu apoio e seja sempre bem-vinda. Com certeza estaremos em breve iniciando um processo de discussão e entrarei em contato contigo. um abração!